Prodígio!



Rouba as almas dos apaixonados
em meio ao mar vermelho de prazeres, a noite alia-se na sua caça.
Bem longe daqui ouço seu chamado.
Estou pronto para dar tudo de mim.
Sou apenas um mortal prodígio,
Que ousa em dizer que é único,
Pois que atrevimento o seu em me chamar.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O infinito corredor

Mente cinzenta: O mal entre instintos e consciência.

A melhor parte de mim.