Lapidando


Eu fui rabiscando e construindo desprovido de críticas e medos. 
Eu fui realizando os meus sonhos nas linhas, pois na vida tudo é mais caro e complicado.
Então  criei a minha própria maneira de viver, diferente dos homens e dos náufragos  que só comiam peixe.
A minha vida foi sendo um dilema em sua existência, os pensamentos atrapalhando as amizades e os amores desfragmentando o coração.
O que sobrou da mente venho usando pouco deste então

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O infinito corredor

Mente cinzenta: O mal entre instintos e consciência.

A melhor parte de mim.