Nova direção.



Não há um novo jogo para se jogar apenas uma vida para se viver.
E não há um novo mundo para começar, apenas um velho para terminar.
Paciência em mim causa claustrofobia em você.
Quando estiver aflito assovie então para que eu possa guiar-lhe.
Em cima do banco de madeira, minhas pernas sentem a ausência de andar.
Paciência é tudo o que peço, meu cravo.
Suas sementes infestaram minha alcova.
Na chuva que outrora o fez mudar, eu vou implorar.
Adeus gritarei antes que a antiga tempestade chegue!
Voltarei para o inicio para formular as regras que sempre quis legislar.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O infinito corredor

Mente cinzenta: O mal entre instintos e consciência.

A melhor parte de mim.